• Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon

© Copyright 2019 by INTELECTUS Clínica Escola 

Rua Vieira de Morais, 1.111, conjunto 1310, Campo Belo, São Paulo, SP CNPJ 10.648.141/0001-79

HIPNOSE CLÍNICA INTEGRATIVA

Hipnose Clínica

O que é?

A Hipnose Clínica é um poderoso processo terapêutico que possibilita ao terapeuta conversar com o subconsciente do cliente, ressignificando eventos disruptivos, traumas e crenças que limitam seu desenvolvimento pessoal, profissional, social e espiritual, libertando-o para uma vida mais plena, construtiva e saudável.

 

Na INTELECTUS Clínica o uso do biofeedback cardioEmotion® durante o processo terapêutico permite que o hipnoterapeuta acompanhe em tempo real as reações fisiológicas do paciente durante o procedimento permitindo uma melhor compreensão e observação do fenômeno da hipnose. Permite, ainda, a cientificação de que o processo de dessensibilização e ressignificação tiveram sucesso. Como consequência se estabelece um processo educativo e integrativo com o paciente, demostrando e comprovando da eficácia da sessão.

A estrutura humana de "4 andares"

Podemos conceituar para fins didáticos e para tornar o processo de hipnose clínica mais fácil de se compreender, como se o ser humano fosse constituído de "quatro andares", onde cada andar tem sua própria função e características:

  • 4º andar - a Mente Consciente: neste andar estão alojadas as funções executivas, aquilo que precisamos para nos relacionarmos de forma consciente com o ambiente. Entre estas funções temos o planejamento, força de vontade, memórias de eventos e biográficas, tomada de decisão, foco e atenção, controle de impulsos, linguagem, entre outras. É neste "andar" que temos a influência do EU QUERO. Esta é a Mente Consciente e é responsável por 5 a 10% de nossa atividade mental. A principal parte do cérebro que comanda esta função é a córtex pré-frontal;

  • 3º andar - a Mente Subconsciente: aqui fica a Mente Subconsciente, responsável por cerca de 90 a 95% de nossa atividade mental. Ela não se manifesta com palavras, mas pode bloquear nossas ações, desejos e aspirações. Neste "andar" estão estabelecidos as crenças, valores, hábitos, economia de energia e acima de tudo, responsabilidade pela sobrevivência. Este "andar" é A estrutura mental influenciável até os 7 a 8 anos de idade, quando começa a se estabelecer nossa personalidade. Então se inicia a formação uma barreira, chamada de FATOR CRÍTICO DA MENTE CONSCIENTE. Este fator é responsável por permitir que a pessoa forme sua personalidade, proteger sua existência. A parte do cérebro que é responsável pela sobrevivência da pessoa é a amígdala cerebelar (corpo amigdaloide). Aqui mora o EU POSSO. Quando eu quero e eu posso concordam, a pessoa consegue alcançar seus objetivos. Quando eu quero, mas eu não posso (por motivos de crenças e valores) a pessoa não consegue realizar seu planejamento de vida. Isso pode ser um grande fator limitante nas relações afetivas, profissionais, sociais, espirituais, etc. A função da hipnose é desbloquear e ressignificar as crenças limitantes para torna-las fortalecedoras, vitoriosas. Frases como "não consigo", "é muito difícil para mim", "eu não mereço", "tenho culpa", são crenças que limitam nosso crescimento como pessoa. A hipnose pode identificar os bloqueios e os ressignificar, libertando a pessoa para galgar seu progresso financeiro, de relacionamento etc.;

  • 2º andar - Sistema Nervoso Autônomo (SNA): este é responsável pelas funções inconscientes, pela vida vegetativa. A respiração, os batimentos cardíacos, a pressão arterial, produção e liberação de hormônios, funcionamento visceral e do sistema imunológico. Este prepara o organismo para reação imediata de luta, fuga ou congelamento. Como o SNA também pode ser acionado pelas emoções, a reação final pode ser sentida no corpo como taquicardia, hipertensão, sudorese, tremores, diarreias, falta de ar, respiração ofegantes, etc.

  • 1º andar - Comportamento: O comportamento é resultado da atividade dos "andares" anteriores. A pessoa pode se comportar de uma forma desejável ou indesejável dependendo de como os andares de cima ser "relacionam". O comportamento é, portanto, o resultado da concordância ou discordância entre o Consciente e o Subconsciente. Se no subconsciente existem memórias emocionais, traumas, crenças limitantes, dificilmente a pessoa consegue realizar seus planos, propósitos e desejos.

 

 A proposta da Hipnose Clínica é encontrar esses gatilhos emocionais e os ressignificar para libertar a pessoa dessas amarras.