Se você quer saber como podemos ajudar seu ente querido, marque uma entrevista conosco. Vamos avaliar o caso e fazer um planejamento eficaz especial para quem você ama.

TFC - Treino de Funções Cerebrais

​Uma das nossas mais importantes funções cerebrais é a cognição. Ela nos conecta com o mundo que vivemos. É uma função da inteligência ao adquirir conhecimento. Nos ajuda a conectar as ideias relacionadas à memória, raciocínio, juízo, linguagem, percepção e mais. O déficit cognitivo é um termo usado para definir quem possui dificuldade em realizar o processo cognitivo. Minha especialidade é reabilitar essas unções prejudicadas pela idade, uso de substâncias, traumatismo, AVC, Alzheimer, Síndrome de Down entre outras.

 
Serviços
  • Elevar a autoestima e qualidade de vida.

  • Reduzir o comprometimento indesejado, conforme o grau de declínio cognitivo.

  • Prover melhoras do comportamento do idoso com demência.

  • Retardar o processo de progressão da doença e o declínio funcional.

  • Inovador treinamento de memória operacional.

Serviços de Reabilitação

A INTELECTUS Clínica oferece os seguintes serviços de reabilitação e estimulação cerebral (cognitivo) não invasivo para idosos, casos especiais e dependência química:

  • Controle de impulso

  • Memória

  • Escrita

  • Linguagem

  • Fala

  • Tomada de decisão

  • Foco

  • Atenção

  • Comunicação assertiva

  • Equilíbrio emocional

Recursos terapêuticos utilizados

Diversos recursos terapêuticos não invasivos e não medicamentosos estão disponíveis e são utilizados frente a um planejamento cuidadoso que integra a cognição, a emoção e o comportamento:

  • Neurofeedback de ondas cerebrais

  • HEG

  • Biofeedback emocional cardioEmotion

  • PEI (Programa de Enriquecimento Instrumental)

  • Cogmed - Treino de Memória Operacional

  • Mindfulness - Trreino de Foco e Atenção

  • Hipnose Clínica

  • Jogos de Tabuleiro

  • Jogos de controle de impulso

  • Jogos de tomada de decisão

  • E muito mais

Tratamento não farmacológico

A Reabilitação Cerebral é uma intervenção não farmacológica que tem como principais objetivos:

  • Minimizar as perdas cognitivas do paciente

  • Melhorar ou amenizar as alterações de comportamento que o idoso sofre

  • Retardar a progressão da doença e o declínio funcional

  • Melhorar a autoestima e qualidade de vida do paciente

Para se obter melhora no funcionamento do cérebro, é preciso ativar as funções cerebrais preservadas (percepção, atenção, foco, memória, linguagem, controle de impulsos, entre outras) para que elas compensem as comprometidas. Isso ocorre em função da plasticidade cerebral

Plasticidade Cerebral (Neuroplasticidade)

Plasticidade cerebral é a capacidade do cérebro de se adaptar de acordo com as circunstâncias.

Após uma avaliação cognitiva e a partir das queixas do paciente e de seus familiares, o profissional que realizará a Reabilitação define as ferramentas complementares e o melhor treino a ser desenvolvido.

Realizando as sessões de Reabilitação Cerebral regularmente e com dedicação, o paciente tende a se sentir mais independente e confiante em situações que desafiam seu desempenho cognitivo; melhora na autoestima e nos relacionamentos com seus pares.

Nossa abordagem é um convite para reconstrução de saberes. Oferecida sempre com respeito, paciência e empatia. Nos empenhamos para propiciar um ambiente acolhedor com atendimento humanizado. Nossa meta é levar o idoso a um envelhecimento mais feliz e mais saudável para melhor qualidade de vida.

 

1. TFC - Para Todos

O TFC está estruturado na ciência da Neuroplasticidade que ajudou a desenvolver este programa de trewino cerebral que potencializa todas as funções cognitivas que devem ser mantidas em seu melhor estado ou aperfeiçoadas para aprimorar a resposta intelectual. 

Os exercícios condicionam o funcionamento cerebral de maneira positiva para maior agilidade, melhor desempenho, na atenção, foco, memória e tomada de decisão precisa e assertiva. 

2. TFC - Para Idosos

Com os avanços da medicina e das condições de vida nos últimos 150 anos, a esperança de vida prolongou-se e todos aspiramos a ser idosos saudáveis e ativos. A importância da Reabilitação Cerebral é maior em casos de pessoas que apresentam declínio cognitivo. Perdas cognitivas afetam o dia-a-dia. Vale lembrar que os estudos têm apresentado resultados positivos quando se alia terapias complementares não farmacológicas a intervenções clínicas tradicionais com uso farmacológico.

 

3. TFC - Para Necessidades Especiais

Deficiência intelectual ou atraso cognitivo é um termo que se usa quando uma pessoa apresenta certas limitações no seu funcionamento intelectual, para aquisição da aprendizagem e no desempenho de tarefas como as de comunicação, cuidado pessoal e de relacionamento social.

Não é incomum pessoas com necessidades especiais, síndromes, ou portadoras de transtornos mentais terem sua capacidade intelectual prejudicada e apresentarem dificuldade de concentração, leitura, escrita, orientação de tempo e espaço ou perda de memória. Em alguns casos, o declínio cognitivo pode contribuir para agravar o quadro ou, pode prejudicar a estabilidade ou avanço mesmo quando as características específicas de cada caso estejam controladas. Os problemas de saúde mental se manifestam de formas diferentes de pessoa para pessoa, mas, é sabido que a melhor performance da memória, fala, raciocínio e atenção contribuem para o controle das crises e adesão ao tratamento de diferentes quadros clínicos que manifestam rebaixamento das funções cerebrais.  Terapias complementares integrativas, como a Estimulação Cerebral, são grandes aliadas no tratamento medicamentoso e no sucesso da neuroplasticidade (capacidade do cérebro de se remodelar).

4. TFC - Para Reabilitação de Adictos

Os efeitos do álcool, da maconha, da cocaína, do crack e outras drogas causam danos nas funções cerebrais como: memória, atenção, capacidade de planejamento e de tomada de decisões e no controle de impulsos podendo aumentar as chances de recaída.

Como o TFC atua no cérebro lesionado pelo uso das drogas?

Trazer de volta os neurônios que já morreram é impossível, mas podemos estimular as áreas que continuam preservadas e deixá-las mais fortes para compensar o déficit cognitivo. É a chamada neuroplasticidade. Os dados preliminares já evidenciam melhoria cognitiva nesses pacientes, mas precisamos ir além e entender de que forma isso representaria melhoria na vida diária e na recuperação deles a longo prazo.

O treino das funções cerebrais coadjuvante a demais ferramentas integrativas permite manter-se ligado aos interesses pessoais: trabalho, estudo, relacionamentos que agirá como agente fortalecedor no seu retorno ao convívio social e atividades de vida diária.

Junte-se a nós.

Atendimento individual e em grupos.

Marque uma entrevista gratuita CLICANDO AQUI e venha nos conhecer.

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon

© Copyright 2019 by INTELECTUS Clínica Escola 

Rua Vieira de Morais, 1.111, conjunto 1310, Campo Belo, São Paulo, SP CNPJ 10.648.141/0001-79